Curitiba

Curitiba registra dois acidentes com ônibus nesta segunda-feira

Em uma das ocorrências, no bairro Rebouças, 11 pessoas ficaram feridas e precisaram de atendimento médico

No Reçouças, 11 pessoas ficaram feridas depois que um ônibus atingiu um carro (Foto: RICTV Curitiba)

No Reçouças, 11 pessoas ficaram feridas depois que um ônibus atingiu um carro (Foto: RICTV Curitiba)

No Reçouças, 11 pessoas ficaram feridas depois que um ônibus atingiu um carro (Foto: RICTV Curitiba)
No acidente registrado no Água Verde, não houve feridos (Foto: Colaboração/Whatsapp)

A greve de ônibus em Curitiba e Região Metropolitana completa seis dias nesta segunda-feira e, mesmo com metade da frota fora de circulação, a capital registrou dois acidentes com ônibus.

Na tarde de hoje, um ônibus biarticulado bateu contra um Pálio Wekeend no bairro Rebouças. O acidente aconteceu no cruzamento entre as avenidas Iguaçu e Marechal Floriano Peixoto.

A motorista do carro e outros 10 passageiros ficaram feridos. O Siate foi acionado para socorrer as vítimas.

Passageiros do coletivo disseram que a mulher avançou o sinal vermelho e o ônibus ligeirão atingiu com força a porta do automóvel.

A motorista do Pálio, que tem placas de Brasília, foi encaminhada para o hospital com suspeita de lesão na coluna. 

Segundo acidente

Outro biarticulado se envolveu em um acidente na manhã desta segunda-feira (20) em Curitiba. Na Avenida República Argentina, no cruzamento com a Avenida Silva Jardim, no bairro Água Verde, o ônibus desgovernado bateu em dois carros que estavam estacionados.

Segundo a Urbanização Curitiba S/A (Urbs), a colisão não deixou feridos. A suspeita é que o motorista tenha perdido o controle do veículo ao fazer uma curva. A pista estaria molhada e escorregadia no momento da batida.

Envie seu comentário

Comentários (0)

Greca diz que empresários ainda não estão recebendo reajuste da tarifa

Depois de criticas por silêncio diante da greve de ônibus, prefeito se manifestou nesta segunda-feira pelo Facebook

Prefeito quer adiantar reunião no TRT, entre empresários e trabalhadores, para esta segunda-feira (Foto: Divulgação/Facebook)

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca (PMN), usou sua página no Facebook para falar sobre a greve no transporte coletivo que afeta moradores da capital e Região Metropolitana há seis dias. Na postagem, feita na manhã desta segunda-feira (20), ele disse que o dinheiro do reajuste da tarifa ainda não foi repassado para as empresas.

Em fevereiro a passagem de ônibus subiu para R$ 4,25, mas, de acordo com o prefeito, desde então o dinheiro está sendo capitalizado no Fundo de Urbanização de Curitiba, até que os empresários “desistam das ações contra a Prefeitura” e “cubram o reajuste de seus funcionários após o dissídio em curso”.

Greca disse ainda que está pedindo que a audiência entre os patrões e trabalhadores, marcada para a manhã desta terça-feira (21), seja antecipada para a tarde de hoje.

Confira a postagem do prefeito na íntegra:

“A renovação da frota ainda não começou porque Curitiba precisa que as empresas desistam das ações contra a Prefeitura; cubram o reajuste de seus funcionários após o dissídio em curso.

Enquanto isto não acontece, a diferença entre a tarifa técnica (R$ 3,66) e a tarifa cobrada (R$4,25) - está sendo armazenada no FUC - Fundo de Urbanização de Curitiba. Nosso objetivo é juntar recursos para promover o reequilíbrio do sistema sucateado; fazer frente às despesas com até 6% de reajuste com salários motoristas e cobradores após o dissídio retroativo a 1º de fevereiro; renovar a frota existente e ainda aumentá-la - no eixo norte sul - com a compra de 24 bi-articulados padrão euro6.

Até agora nenhum empresário recebeu nada do aumento da tarifa e nem receberá, se não cumprir o que planejamos. Palavra de Prefeito.

Sobre o estado de greve, fiz um apelo ao Tribunal Regional do Trabalho que antecipe a audiência para hoje, ao invés do dia 21 pela manhã, para atender a aflição dos Curitibanos prejudicados”.

Envie seu comentário

Comentários (0)

Acidente em camarote deixa 27 feridos e público desesperado em SP; assista

Um vídeo registrou o momento da queda na arquibancada e os gritos das vítimas durante um show com a dupla Fiduma & Jeca, no interior paulista

Acidente aconteceu na 24ª Festa de Peão de Boiadeiro (Expomaar), em Arandu (SP). (Foto: Reprodução/Youtube)

A queda de uma arquibancada sobre o camarote na 24ª Festa de Peão de Boiadeiro (Expomaar), em Arandu (SP), deixou 27 pessoas feridas, na madrugada desse domingo (19). As pessoas foram socorridas e levadas para hospitais da região.

Os ex-jogadores Luizão, Paulo Nunes e Flávio Conceição estavam no terceiro andar de um camarote que também foi atingido, mas eles não se machucaram. De acordo com o Corpo de Bombeiros, nenhuma das vítimas socorridas estava em estado grave, mas quatro pessoas tiveram fraturas.

O acidente, segundo a Polícia Militar, ocorreu por volta da 1h, durante show com a dupla Fiduma & Jeca. A Expomaar, organizada pela prefeitura de Arandu, teve início no dia 15 de março e terminou no domingo. Segundo a polícia, o local tinha alvará de funcionamento. 

Imagens registradas pelo auxiliar administrativo Eduardo Vasques, responsável pela página Costinha Avaré, que divulga festas da região de Avaré (SP), mostram o momento em que um camarote cai. Assista!

 

Envie seu comentário

Comentários (0)