Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

QUAL SUA OPINIÃO?

Pesquisa revela que 41% dos brasileiros são contra qualquer tipo de aborto

O número de brasileiros contrários a qualquer tipo de aborto alcança 41% da população. É o que revela pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal "Folha de S. Paulo".

Autor: Agência do Rádio Mais
O número de brasileiros contrários a qualquer tipo de aborto alcança 41% da população. (Foto: banco de imagens da RICTV | Record TV)
O número de brasileiros contrários a qualquer tipo de aborto alcança 41% da população. (Foto: banco de imagens da RICTV | Record TV)

O número de brasileiros contrários a qualquer tipo de aborto alcança 41% da população. É o que revela pesquisa Datafolha divulgada na última quinta-feira (10) pelo jornal "Folha de S. Paulo".

No Brasil aborto é permitido em alguna casos

Atualmente, no Brasil, o aborto é permitido em apenas nos seguintes casos: quando a gravidez é resultado de estupro; quando há risco de vida para a mulher ou se o feto for anencéfalo.

Ainda segundo o levantamento, para 34% dos entrevistados as normas para o aborto devem continuar como são atualmente. Outros 16% acham que a prática deveria ser permitida em mais situações, enquanto  6% responderam que poderia ser permitido em qualquer situação.

Outro item da pesquisa aponta que, para 4 em cada 10 pessoas ouvidas, o aborto deve ser totalmente proibido, mesmo nas condições em que a mulher corra risco de morrer ou tenha sido estuprada.

A pesquisa quis saber também se mulheres estupradas que engravidam deveriam receber ajuda financeira para ter o filho. Para essa questão, 51% responderam que não. Já 46% concordaram que sim.

Levantamento

O levantamento foi realizado com 2.077 pessoas com 16 anos ou mais em 130 cidades brasileiras. As entrevistas foram feitas entre os dias 18 e 19 de dezembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou menos, e o nível de confiança é de 95%.

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

  • Comentário via facebook