Curitiba

Resumo de 'Belaventura' da semana de 11 a 15 de setembro

Nodier diz à Carmona que não aceita o casamento dela com Páris, pois era sua prometida

Belaventura vai ao ar, de segunda a sexta, às 19h30 (Foto: Divulgação)

Segunda-feira, dia 11 de setembro

Na sala do trono, Otoniel e Severo se encaram diante de todos os presentes. Pietra está espantada diante de Bartolion. Accalon retira algo de sua bolsa. Ele coloca sobre a mesa o frasco e o pergaminho e diz que encontrou num esconderijo na floresta. Na rua, Nodier mostra o crânio a todos e diz que há uma bruxa na vila. Bartolion recebe uma mensagem da guarda real para comparecer ao castelo. Mistral lê o pergaminho com as regras da luta diante de todos os convidados. Jacques aceita as condições. Tiana está preocupada, diante de Joniel para saber se o conde Severo autorizaria o casamento de Gonzalo e Brione. Dulcinéa, incrédula, chora bastante e leva a mão a barriga. Nodier chega furioso e procura por Pietra, Falstaff diz que ela não está. Dulcinéa ouve toda a conversa sem ser vista. Carmona discute com Tamar e diz que trocou o casamento com Enrico por um homem mais velho. Otoniel pede que Mistral traga as armas. Jacques e Enrico se encaram, ambos com as espadas em punho. Pietra observa os pergaminhos e o frasco e comenta com Accalon que sua mãe nunca contou nada a respeito de venenos e antídotos. Pietra tem alguns pensamentos da infância. Em seguida, já pega o frasco e coloca líquido dentro e pega uma semente e coloca no frasco e põe no fogo. Enrico e Jacques lutam. Pietra observa o líquido mudar de cor ao passar pelo fogo. Accalon está surpreso. Dulcinéa diz à Tiana que está grávida de Fasltaff e se sente envergonhada. Pietra e Accalon voltam para o castelo. Cedric, a pedido de Marion, liberta Fernão da masmorra. Severo arrasta a ponta de sua espada no chão, como se a estivesse afiando, só para provocar Otoniel. Otoniel parte para cima de Severo. No castelo, Pietra está escondida. Pietra paralisa ao ver Fernão e Marion. Otoniel derruba Severo e grita para que ele salve Lizabeta. Severo fecha os olhos, ficando desacordado, na tensão de todos.

Terça-feira, dia 12 de setembro

Severo está caído no chão, ferido e desacordado. Os nobres estão horrorizados. Otoniel retira a espada do ombro de Severo. Otoniel esbraveja para que Severo se levante e diz que ele tem que salvar sua filha. Jacques se ajoelha diante de Severo e pede que diga onde está o antídoto. Severo continua no chão, inerte. Marion e Fernão seguram Pietra que tenta se desvencilhar e deixa cair o frasco com o antídoto. Marion pega o frasco. Tiana conta para Joniel que Dulcinéa está gravida de Falstaff e ele se espanta. Nodier diz à Carmona que não aceita o casamento dela com Páris, pois era sua prometida. Nodier beija Carmona e ela desfere um tapa em seu rosto. Otoniel ordena que tranquem toda família de Severo na torre. Arturo, raivoso, parte para cima de Otoniel, mas é contido por um guarda. Marion manda Fernão levar Pietra para Valedo. Pietra se debate, mas Fernão tampa a sua boca. Marion entra na sala de combate e mostra o frasco com o antídoto que tomou de Pietra. Jacques pega o frasco da mão de Marion e segue para o quarto de Lizabeta. Jacques dá o antídoto para Lizabeta. Otoniel entra em seguida. Severo diz à Marion que ela precisa arrumar uma espada para que ele mate Otoniel e salve sua família. Páris reclama com Mistral que com todo os acontecimentos no palácio, seu casamento com Carmona pode não acontecer. Dulcinéa conta para Accalon que está grávida de Falstaff e que por isso não pode fugir com Accalon e o deixa indignado. Cedric repreende Nodier por se aproximar de Carmona. Enrico discute com Carmona e a acusa de ter planejado tudo para incriminar Pietra. Fernão desperta, assustado, por ter caído no sono. Ele olha em volta, e percebe que está sozinho e grita por Pietra. Pietra foge pela floresta.

Quarta-feira, dia 13 de setembro

Pietra está apavorada ao ver Biniek no chão, ferido e pensa que ele está morto. Fernão a agarra por trás e ela grita por socorro. Enrico explica a Otoniel que Bartolion disse que o tipo de veneno que atingiu Lizabeta já foi usado pela Ordem Pura. Bartolion pede que Carmona diga onde Pietra está. Corinto revela à Solimara que viu Nodier saindo do castelo na calada da noite acompanhado de guardas e acredita que levava um corpo. Sob o olhar de Bartolion, Otoniel anda de um lado para o outro pensativo, atordoado e esbraveja que ninguém consegue salvar Lizabeta. Otoniel pede que tragam Pietra de qualquer jeito, mas Bartolion diz que ninguém sabe onde ela está. Otoniel mostra a caixa para Bartolion e diz que a primeira vez que viu Pietra, ela carregava a mesma caixa. Bartolion diz que um pingente de pedra pode abrir a caixa e lembra que ela deu um cordão para Enrico quando eram crianças e que Enrico perdeu na floresta. Enrico pede a Mistral que Nodier seja preso. A Accalon, Tácitus, Gregor e Daros, Enrico pede que achem Pietra. No mercado, Matriona entra pra comprar mantimentos e Polentina grita por socorro, dizendo que apareceu uma bruxa. Matriona ignora a provocação. Otoniel vai até a masmorra e ordena que Severo abra a caixa. Enrico encontra Nodier e já parte para cima dele e pergunta porque perseguiu Pietra. Enrico desfere socos em Nodier e o joga no chão. Cedric prende Gonzalo na masmorra que diz ser inocente. Pietra pede que Fernão a ajude encontrar a caixa e acha que Severo a escondeu no castelo. Otoniel entra no quarto de Lizabeta furioso e pede que Jacques se retire.Otoniel discute com Carmona. Lizabeta desperta.

Quinta-feira, dia 14 de setembro

Otoniel, Enrico e Carmona muito emocionados diante de Lizabeta. Pietra implora a Fernão que a ajude a encontrar a caixa. Lizabeta pergunta por Jacques. Mistral comenta com Elia que a princesa Lizabeta acordou. Accalon, Daros, Gregor e Tácitus fazem a busca na floresta atrás de Pietra. Eles se detêm ao verem no solo um pano com sangue. Lizabeta conta a Enrico que Merlino deu algo para ela beber antes de adormecer. Otoniel conta a Cedric que Lizabeta despertou e ele se surpreende. Dumas pergunta à Tamar se a promessa de casamento entre eles foi mesmo desfeita. Tamar assente, sorrindo. Dumas beija a mão de Tamar. Cedric vai até a prisão onde está Gonzalo e o acusa de ser o invasor do castelo e que colocou a flecha no trono do rei e o sangue na cama da princesa Carmona para fragilizar o rei. Gonzalo nega e jura ser inocente e diz que Nodier está tentando achar um culpado. Gonzalo diz que foi ao castelo saber informações da família de Brione e declara que fez isso por amor a ela. No castelo de Valedo, Laurinda se encontra com Pietra e pergunta o que ela está fazendo lá. Pietra pede ajuda e diz que foi arrastada por lá por Fernão. Dulcinéa mexe em algumas trouxas de baús antigos e retira roupas velhas. Falstaff aparece e diz que não há necessidade daquilo e que irá arrumar vestes novas para ela. Dulcinéa pede que ele pare de ser dissimulado e afirma que a gravidez foi o primeiro passo para suas irmãs desaparecerem. Lizabeta diz à Elia que precisa ver Enrico. Otoniel manda trazer Severo, Marion, Jacques, Leocádia e Arturo na sala do trono para dizer que não haverá guerra entre eles. Jacques pede para ver Lizabeta e Otoniel nega e pede para esquecê-la. Enrico está na floresta a procura de Pietra. Carmona reclama com Cedric que Enrico não vai descansar enquanto não trouxer Pietra de volta ao castelo. Mistral diz a Jacques que ele deveria ter voltado para o castelo com sua família. Jacques diz que não será cúmplice de seu pai. Jacques está prestes a ir embora do castelo quando Lizabeta grita seu nome. Os dois se abraçam e se beijam. Pietra finge que dorme, quando Fernão se aproxima com um prato de comida. Quando Fernão vai levantar Pietra, ela tira a adaga e encosta no pescoço dele e diz para leva-la até a caixa de sua mãe.

Sexta-feira, dia 15 de setembro

Enrico está com Accalon, Tácitus e Daros na Floresta quando encontra Selena. Enrico diz que vão acompanhá-la em segurança. Enrico também aproveita e se afasta para pedir para Accalon que continuem procurando por Pietra. Pietra segue com a adaga no pescoço ao lado de Fernão. Ela pede para Fernão levá-la até e caixa e deixá-la fugir. Se fizer isto, ele será recebido pelo príncipe na corte. Fernão a encara. Jacques e Lizabeta se beijam. Ela diz para ele que são vítimas de uma guerra de dois inimigos e que ele não desista dela. Mistral vai até a cela onde está Nodier e sente falta do homem que dizia ser como pai de Pietra. Mistral fica intrigado. Gonzalo está tenso diante de Otoniel e Bartolion. Cedric também está presente e muito agitado. Eles descobrem que Gonzalo fez uma réplica da caixa a pedido de Severo. Bartolion diz que o conde Severo aproveitou da habilidade de Gonzalo para fazer uma caixa igual e conclui que a verdadeira caixa ainda deve estar no castelo de Valedo. Otoniel fica tenso. Pietra procura a caixa com Fernão e agradece pela ajuda. Marion entra e quer saber o que está acontecendo. Pietra se assusta. Severo conversa com Leocádia e diz que Pietra pode ser muito valiosa caso o antídoto que ela deu à Marion for de verdade. Gonzalo diz a Otoniel que é inocente e não existe motivo para prendê-lo.  Fernão diz à Marion que estão procurando pelas flechas envenenadas do conde Severo, pois caso a família dele fosse condenada ele teria a chance de defendê-los. Marion acredita e diz que quer falar a sós com Pietra. Ela diz que o antídoto que ela preparou não funcionou. O que funcionou foi a que foi buscar conforme os planos do marido. Enrico ajuda Selena e ela fica feliz. Severo diz para Pietra ser sua aliada e que ela não tem outra escolha. No castelo Belaventura, Mistral propõe a Joniel que se torne um defensor do rei. Gonzalo agradece Mistral pela compreensão do rei. Cedric solta as correntes de Nodier. Cedric conta que o rei perdoou Gonzalo e diz que o plebeu vai se arrepender por não ter colaborado com ele. Otoniel conversa com Bartolion e diz que percebeu que Cedric ficou nervoso ao ver que a justiça não foi aplicada de forma enérgica. Enrico pede que Carmona cuide de Selena. No castelo Valedo, Marion diz para Pietra que ela vai ter trabalho árduo no castelo. Otoniel entra no quatro e quer conversar com Lizabeta. Ele diz que Jacque gosta muito dela e que ela também deve gostar muito dele. Lizabeta fica na expectativa. Otoniel continua e diz que este romance não tem a menor chance de acontecer. Leocádia se encontra com Jacques no castelo Valedo e diz para ele não confiar em Otoniel. Leocádia diz que Jacques está cometendo um grande erro ao ficar contra a própria família. Jacques diz que não é o rei que é importante para ele. E Leocádia conclui dizendo que aquilo que é importante para ele, pertence ao rei. Otoniel diz para Lizabeta que não quer ser um rei enérgico e pede que ela confie nele. Enrico entra no castelo Valedo e Severo não gosta. Enrico diz que é o príncipe de Belaventura e pode entrar em qualquer lugar. Enrico pede que Severo traga Pietra imediatamente.

Envie seu comentário

Comentários (0)

Resumo de 'O Rico e Lázaro' da semana de 11 a 15 de setembro

Em conversa com Rebeca, Joana não consegue explicar a razão de estar casando com Zac

O Rico e Lázaro vai ao ar de segunda a sexta, a partir das 20h30 (Foto: Reprodução/Record TV)

Segunda-feira, 11 de setembro 

Nebuzaradã nega a acusação de Evil. Furioso, o príncipe acerta um soco no Chefe da Guarda Real. Deborah tenta achar Shag-Shag. Neusta diz que assumirá a culpa para livrar Joaquim. Evil-Merodaque diz que contará tudo ao rei. Joana fica decepcionada com a atitude de Zac. Lior fala sobre Asher com Lia e Naomi. Shamiran diz admirar a rainha Amitis. Fassur ofende Oziel. Zelfa diz não aprovar a união entre Elga e Fassur. Tamir e Shamir tentam arrancar informações da prostituta sobre o sacerdote. Neusta pede para Edissa fugir com Joaquim. Evil e Asher dizem toda a verdade para o rei. Nebuzaradã nega, mas é questionado por Nabucodonosor. Sammu-Ramat toma uma infusão de ervas. O rei diz acreditar em Nebuzaradã. Sammu-Ramat chega e é acusada novamente por Evil-Merodaque. Tamir e Shamir discutem com Larsa na Casa da Lua e arrumam uma confusão. O feitor acaba batendo a cabeça no chão e desmaia. O rei não aceita a denúncia contra o Chefe da Guarda Real e absolve Nebuzaradã. Furioso, Evil ameaça o cunhado. Tamir e Shamir encontram suas esposas e tentam explicar o motivo da ida à Casa da Lua. Nebuzaradã e Sammu-Ramat comemoram. Fassur descobre que os filhos de Elga seguiram a prostituta. Arioque reencontra Shag-Shag. Rebeca vai até o palácio para dizer toda a verdade para Asher. Joana se recorda do reencontro com o grande amor. Rebeca diz que Joana sempre amou Asher. Dana diz para Joana manter a fé. Rebeca pede para Asher não desistir de Joana. Shamiran diz que Evil deve manter a força para enfrentar Nebuzaradã. Arioque tenta ajudar Shag-Shag. Daniel cuida de seu bebê. Joana diz para Matias valorizar Gadise. Rebeca chega e diz que falou com Asher. Matias surpreende a todos ao dizer que prefere repudiar Gadise.

Terça-feira, 12 de setembro

Matias diz que quer ver Gadise longe. Zadoque pede para falar com o neto. Em conversa com Rebeca, Joana não consegue explicar a razão de estar casando com Zac. Arioque diz que Shag-Shag precisa se dar valor. Tamir e Shamir falam da briga com Larsa. Matias é surpreendido com a chegada de Ebede-Meleque. Rebeca cobra uma resposta de Joana. Ebede tenta se explicar para Matias. Saul pergunta se ele expulsará Gadise. Malca sofre ao ver Zac falando de Joana. Decidido, Matias diz preferir que Gadise saia de casa. Saul fica irritado com Gadise. Shag-Shag dispensa a companhia de Arioque. Zelfa tenta amparar Malca. Elga avisa que logo casará com Fassur. Belsazar não escuta Nabonido. Zac pede para adiantar o casamento com Joana e marca a cerimônia para o dia seguinte. Zadoque estranha a tristeza de Joana. Rabe-Sáris encontra Nebuzaradã e avisa que Zac se casará. Escondida, Rebeca escuta Joana falando com Matias e descobre que a chantagem de Zac. Rebeca diz que resolverá essa história de uma vez por todas. No palácio, Asher é provocado por Nebuzaradã. Zac manda servos levarem as comidas da cerimônia para a casa de Joana. Nitócris diz que pode confirmar a história contada por Asher e chantageia Sammu-Ramat. Lia estranha ao ver Gadise chegando com todos os seus pertences. Rebeca procura por Asher. Ansioso, Zac segue para o casamento. A família de Zac chega até a casa de Ravina. Vestida de noiva, Joana chora ao se recordar do passado. Zac se ilumina ao ver Joana vestida de noiva. Rebeca encontra com Asher e pede para ele acompanha-la.

Quarta-feira, 13 de setembro 

Rebeca explica a verdade para Asher e diz que Joana está sendo chantageada por Zac. Zadoque dá início à cerimônia de casamento. Talita e Samira tentam confortar Malca. Rebeca se machuca no caminho e pede para Asher seguir. Joana não consegue dizer sim a Zac e foge da cerimônia. Nitócris pede para Sammu-Ramat preparar um creme para a beleza. Envergonhada, Elga passa mal. Amitis defende Nebuzaradã. Na fuga do casamento, Joana encontra com Asher. Eles trocam palavras de amor e se beijam. Asher afirma que pagará a dívida de Matias. Zac aparece e congela ao ver os dois se beijando. Ravina cobra uma resposta de Matias. Asher avisa que pagará a dívida de Joana. Zac diz que ele só pensa em vingança. Ilana fica espantada ao saber que Elga quer casar com Fassur. Zac e Asher saem no tapa. Joana fica desesperada. Rabe-Sáris fala da morte do comerciante que testemunhou o assassinato de Chaim. Asher aponta um punhal para Zac e manda que ele se afaste de Joana. Hurzabum diz que Saul não deve culpar Gadise. Ravina diz que Matias precisa lhe dizer a verdade. Hurzabum tenta explicar a situação para Saul. Tamir e Shamir ficam com medo da briga que tiveram com Larsa. Shag-Shag tenta disfarçar ao ver Zabaia na Casa da Lua. Asher deixa Joana em casa. Arioque encontra Aspenaz e avisa eu Shag-Shag voltou. Larsa descobre quem são os irmãos que ele brigou. Matias conta toda a verdade para os familiares. Saul sai do quarto sem ser percebido. Zac pede para falar com Beroso. Matias entra em pânico ao perceber que Saul sumiu. 

Quinta-feira, 14 de setembro

Todos começam a procurar por Saul. Zac chantageia Beroso e pede para lhe passar a dívida de Matias. Nabucodonosor inicia o julgamento de um nobre. Belsazar diz que quer ver sangue. Elga estranha a ausência de Zac. Beroso encontra Asher e avisa que não será possível pagar a dívida de Matias. Nabucodonosor fica furioso com a atitude de Belsazar e pede para falar a sós com ele. Asher oferece o dobro do dinheiro para Beroso. O rei ameaça Belsazar, que o enfrenta. Beroso aceita a proposta de Asher. Nabonido se preocupa com o filho. Belsazar desafia o rei, que lhe desarma e o ameaça novamente. Nabucodonosor sente uma forte dor no peito e cai. Belsazar sorri e debocha do avô. O servo Madai presencia tudo.

Sexta-feira, 15 de setembro

Nitócris chega e tenta socorrer o rei. Cínico, Belsazar finge que o soberano passou mal do nada. Matias e os familiares procuram por Saul nas ruas da Babilônia. Zac encontra Nebuzaradã e avisa que se vingará de Asher. Neusta avisa que chegou a hora de Joaquim fugir com Edissa. A rainha de Judá tenta distrair o guarda da prisão. Em conversa com Zac, Nebuzaradã e Sammu-Ramat propõem um plano de assassinar Evil-Merodaque para culpar Asher. Ilana se preocupa com o sumiço de Saul. Nabucodonosor se recupera e fala do afronto de Belsazar. Perplexo com as atitudes do filho, Nabonido diz que Nitócris criou um monstro. Irritado, Zac chega em casa e despreza Malca. Decepcionado, Absalom bebe na Casa da Lua. Matias procura Gadise e conta que Saul sumiu. Asher se oferece para ajudar a procurar o menino. Ebede-Meleque diz que Joaquim precisa ter cuidado. Neusta diz que o príncipe fugirá com Edissa pela manhã. Gadise procura pelo filho no palácio. Malca enfrenta Zac. Gadise reclama com Matias por deixado Saul fugir. Enquanto procura por Saul, Dana é atacada por um estranho e levada para um beco.

Envie seu comentário

Comentários (0)

Maior festa japonesa do sul do Brasil começa neste sábado em Maringá

São esperadas cerca de 70 mil pessoas durante os nove dias de festival

Foto: Ivan Amorin/Festival Nipo-Brasileiro

O Festival Nipo-Brasileiro abre os portões ao público neste sábado (2) repleto de atrações e novidades. A 28ª edição do evento, que ocorre na Associação Cultural e Esportiva de Maringá (Acema), na região norte do Paraná, vai até o dia 10 de setembro. A tradicional cerimônia de abertura está marcada para as 20 horas. Ainda no sábado, o público terá a oportunidade de assistir à apresentação dos grupos Saikyou Yosakoi Soran (vencedor do 35º Festival de Dança de Joinville), Wakadaiko, Matsuri Dance e a um show musical.

São esperadas cerca de 70 mil pessoas durante os nove dias de festa. O pavilhão comercial estará cheio de estandes das mais importantes empresas da região e do Brasil.

Solidariedade é a marca do evento

No pavilhão gastronômico, cerca de 1,6 mil voluntários da Acema e de quatro entidades beneficentes vão se revezar no preparo de pratos típicos da culinária japonesa. São pessoas que se desdobram para ajudar na cozinha e atendimento e, automaticamente, contribuem com os projetos sociais das entidades. Entre as opções oferecidas estão yakisoba, yakimeshi, tempura, sushi, sashimi e teppan-yaki.

O dinheiro arrecadado no pavilhão será destinado a quatro entidades assistenciais que mantém projetos sociais importantes em Maringá: Nishi-Honganji, Wajunkai, Seichô-no-Iê e Centro Cultural São Francisco Xavier.

Horários de funcionamento

O 28º Festival Nipo-Brasileiro estará de portas abertas ao público de 2 a 10 de setembro. Entre os dias 2 e 9 a abertura dos portões será a partir das 19 horas. Nos dias 3, 7 (feriado), 9 e 10 será servido almoço e, por isso, os portões abrem, também, das 12h às 15 horas. No horário do almoço os portões são liberados incluindo o estacionamento.

Valor do Ingresso

O valor da entrada para o 28º Festival Nipo-Brasileiro custa R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia). Nos dias 3 e 4 não haverá cobrança de ingresso.

O estacionamento nas dependências da Acema custa R$ 15.

Programação

Para ter acesso a programação completa do 28º Festival Nipo-Brasileiro acesse www.festivalnipobrasileiro.com.br

Envie seu comentário

Comentários (0)