Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

Por Jorge Jubrail

Visita o centro da terra, retificando-te, encontrará a pedra oculta

"A viagem mais difícil de empreendermos é rumo ao nosso íntimo, para conhecermos a nós mesmos. Existe outro lugar mais difícil ainda de visitarmos, o lugar do próximo, é complicado nos colocarmos no lugar das pessoas para entendermos suas razões e atitudes."

Autor: Jorge Jubrail
Banco de Imagens Pixabay.jpg
Banco de Imagens Pixabay.jpg

Vitriol é a expressão em latim que diz: - Visita Interiorem Terrae, Rectificando, Invenies Occultum Lapidem – que significa “visita o centro da terra, retificando-te, encontrará a pedra oculta ou filosofal”, esta é uma sentença simples, porém, com um sentido profundo e muito reflexivo.

Vitriol quer dizer que precisamos visitar nosso íntimo, nós somos a terra que voltará à terra, o pó que voltará ao pó. Idealizamos tantas viagens para conhecermos lugares tão distantes, quando na verdade, o único lugar que precisamos realmente visitar e conhecer melhor é nosso íntimo. Nenhuma outra viagem faz mais sentido do que mergulharmos no nosso eu profundo.

O mundo seria muito melhor se compreendêssemos mais o próximo. Se temos dificuldades em encontrar nós mesmos, tenhamos a certeza que um lugar mais difícil de encontrar ainda, é o lugar do próximo. Muito complicado nos colocarmos no lugar das pessoas para entendermos melhor suas razões e suas atitudes.

Nosso maior problema é acreditarmos que somos capazes de conhecermos e julgarmos o próximo, sem jamais ter feito uma autocrítica e ter visitado nosso íntimo para nos conhecermos melhor. Que possamos fazê-lo, antes de quaisquer pré-julgamento ou formação de uma opinião sobre outrem. Tenhamos cuidado com as opiniões que formamos das pessoas, bom será que nos conheçamos melhor, antes de mais nada, para que possamos saber quem verdaeiramente somos e porque estamos aqui na Terra, em caráter de expiação e provação.

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 4,8

  • Comentário via facebook