Curitiba

Homem mata tia a facadas e diz que não se arrepende do crime

21_02_2014_010849_58532558.jpg

Uma mulher foi assassinada pelo sobrinho em uma área rural de Medianeira nesta quinta-feira (20). Madalena Fachin Tuon, de 67 anos é tia de Adelar Tuon de 31 anos, autor confesso do crime. Adelar afirmou não ter se arrependido do crime.

Os dois moram na comunidade rural linha Javali e o corpo da idosa foi encontrado em um matagal perto da casa dela. De acordo com a polícia Civil, Adelar disse que discutiu com a tia porque ela havia reclamado dos latidos dos cachorros dele, e que a mesma havia o xingado várias vezes. Por isso, ele agrediu Madalena, deu uma pancada na cabeça da vítima com um rodo e a levou ainda em vida em um carrinho de mão até um matagal, onde a esfaqueou cinco vezes.

Durante as investigações, quando ainda não se sabia quem tinha matado Madalena, o autor do crime acompanhou a polícia, tentando auxiliar nos trabalhos, e inclusive chorou junto com o marido da tia, casal que ajudou na criação de Adelar.  No entanto, a polícia descobriu tudo e o homem foi preso em flagrante. Adelar Tuon assegurou não ter envolvimento com drogas ou álcool. Ele afirmou apenas que toma remédios controlados contra ansiedade e que no dia do homicídio a vítima o deixou muito nervoso.

Envie seu comentário

Comentários (0)

Bebê é raptado de maternidade em Maringá

Na madrugada desta sexta-feira (21), uma mulher raptou um bebê na maternidade da Santa Casa de Maringá. Michele Juliana Silva, de 28 anos, deu entrada no hospital depois de ser atendida pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), afirmando que sentia fortes dores na barriga por causa de uma gestação.

Ao ser submetida ao exame de ultrassom, foi constatado que a jovem não estava grávida. Ela continuou a reclamar das dores e insistiu que estava grávida, assim, o hospital decidiu deixa-lá em observação. Por volta das 3h55, Michele foi até o quarto vizinho, onde estava uma mãe com dois filhos gêmeos recém-nascido e raptou um dos bebês. Ela colocou a criança dentro de uma bolsa e fugiu em um táxi.

Câmeras de segurança do local registraram a fuga, mas os funcionários não perceberam nada. Pouco tempo depois, Michele foi encontrada em casa no Jardim Seminário. Ao ser questionada sobre o rapto do bebê, ela insistiu que a criança era filho dela. A mulher foi presa e o bebê devolvida a verdadeira mãe.

De acordo com o Hospital Santa Casa, a responsável pelo rapto apresenta sintomas de distúrbios psicológicos. Segundo a assessoria de comunicação do hospital, será aberta uma sindicância administrativa para apurar responsabilidades pela falha.

Envie seu comentário

Comentários (0)

Briga entre vizinhos acaba com um homem assassinado em Foz do Iguaçu

Uma briga entre vizinhos terminou com uma pessoa morta em Foz do Iguaçu. O caso aconteceu na noite desta quinta-feira (20) no Bairro Morumbi III.

Duas crianças teriam discutido e os respectivos pais foram tirar satisfação sobre o desentendimento. Os homens acabaram entrando em luta corporal e um deles atingiu o outro com golpes de faca e voltou para casa. No entanto, a vítima esfaqueada conseguiu ir até a própria residência, pegou um revólver e se dirigiu à casa do vizinho, atirando contra o desafeto, que morreu no local.

Durante toda a confusão uma ambulância já se deslocava ao bairro para atender a vítima de golpes de faca. Contudo, foi preciso acionar mais uma unidade para atender as duas ocorrências. A vítima baleada, que acabou morrendo, tinha 38 anos. O autor do crime fugiu.

Envie seu comentário

Comentários (0)