Curitiba

Valor do novo salário mínimo regional será discutido em fevereiro

Representantes do governo estadual, trabalhadores e setor patronal se reuniram nesta terça-feira (14), na Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, para definir as datas das próximas reuniões do grupo de trabalho criado para debater a o reajuste do salário mínimo regional do Paraná deste ano.

As três propostas de aumento encaminhadas pela Secretaria do Trabalho ao Conselho Estadual do Trabalho preveem índices de 9,56%, 9,19% e 8,97%, todos superiores ao reajuste de 6,78% que elevou o mínimo nacional a R$ 724 neste ano. No ano passado, o aumento do piso paranaense foi de 12,7%, contra 9% do nacional.

Durante o encontro foram definidas as datas das duas próximas reuniões que irão acontecer nos dias 4 e 18 do mês de fevereiro, sendo que na reunião do dia 18 será definida a data de uma terceira e última reunião do grupo, que anunciará se houve ou não consenso sobre uma das três opções já apresentadas ou a criação de um novo índice de reajuste do salário mínimo regional.

PROPOSTAS – Os três métodos de reajuste têm como base estudos da Secretaria do Trabalho, Dieese e Ipardes:

Opção 1 – Reajuste de 9,56%, equivalente à média das variações reais do PIB brasileiro nos últimos três anos mais a variação anual do INPC.

Opção 2 – Aumento de 9,19%, referente ao índice de atividade econômica regional do Paraná (IBCR-PR), calculado pelo Banco Central, mais a variação anual do INPC.

Opção 3 – Reajuste de 8,97%, equivalente à variação nominal (em 12 meses) do salário médio de admissão de grandes grupos ocupacionais abrangidos pela política do salário mínimo regional, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Envie seu comentário

Comentários (0)

Lote de restituições residuais será pago nesta quarta-feira

O lote de restituições residuais do Imposto de Renda Pessoa Física 2013 será pago, nesta quarta-feira (15). A consulta ao mesmo foi disponibilizada no dia 8, no site da Receita. Além das declarações de 2013, foram retirados da malha fina declarações do Imposto de Renda Pessoa Física 2012, 2011, 2010, 2009 e 2008.

Ao todo, serão pagos R$ 159,9 milhões para 73.581 contribuintes. Os valores estarão disponíveis no banco nesta quarta-feira. Parte dos recursos foi liberada prioritariamente para contribuintes idosos ou com deficiência física ou mental ou moléstia grave, como determina a lei.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita Federal na internet, ou ligar para o Receitafone, no 146. Caso o valor não seja creditado, o contribuinte pode contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou entrar em contato com a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais) e 0800-729-0001 (demais localidades) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em qualquer banco.

Envie seu comentário

Comentários (0)

Carnê de IPVA começa a ser distribuído na próxima segunda-feira

ipva.jpg

A partir da próxima segunda-feira (20), os proprietários de veículos do Estado vão receber, pelos Correios, o boleto para o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). A Secretaria de Estado da Fazenda do Paraná (SEFA) disponibiliza o pagamento com desconto de 5% para os contribuintes que quitarem o imposto à vista até fevereiro, conforme o prazo estabelecido pelo número da placa. O vencimento inicia no dia 10 para veículos com final um e vai até o dia 21 para as placas com finais zero.

Todas as informações e o calendário de pagamento do IPVA podem ser acessadas no portal da SEFA clicando aqui. O IPVA, este ano, está 4% mais baixo em relação a 2013. A redução para caminhões chegou a 5,6% e para motos está em 3,4%. O valor imposto é estabelecido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). No Estado há cerca de 880 mil veículos com pendências no pagamento do imposto relativos a 2013 e exercícios anteriores, cujos débitos totalizam aproximadamente R$ 587 milhões.

O Paraná possui 4,2 milhões de veículos que devem recolher o IPVA, cerca de 7% a mais do que em 2013. No estado são mais de 6 milhões de veículos. Com o número, a Receita Estadual espera arrecadar quase dois bilhões de reais, 12% a mais que no ano passado.

O pagamento poderá ser feito nas agências do Banco do Brasil, Bradesco, Itáu e Sicredi apresentando apenas o número do RENAVAM ou com a ficha de compensação anexa à correspondência entregue pelos Correios.

Veículos com mais de 20 anos de uso, táxis e veículos utilizados para transporte escolar estão isentos do pagamento.

Envie seu comentário

Comentários (0)