Reajuste

Garis de Curitiba aprovam acordo e desistem de greve


Lizandra Tadaieski
A categoria chegou a um consenso após assembleia realizada na manhã desta terça-feira (26)
A categoria chegou a um consenso após assembleia realizada na manhã desta terça-feira (26)
Redação RIC Mais

Os funcionários da empresa Cavo Serviço Ambiental aprovaram na manhã o aumento de 10,5% nos salários e de 20% nos vales-alimentação e refeição. De acordo com o presidente do Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação de Curitiba (Siemaco), Manassés Oliveira, “O resultado da assembleia acaba com a possibilidade de greve da coleta de lixo e varrição na cidade”.

A proposta para o acordo foi alcançada após intermediação do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) em audiência de mais de 4 horas entre Sindicato, Comissão de trabalhadores, Cavo e prefeitura de Curitiba na noite de segunda-feira (25). Segundo o Sindicato da categoria a proposta foi discutida até a exaustão e aprovada pela maioria dos trabalhadores em assembleia.

Com o novo reajuste, o novo valor do vale-alimentação e refeição dos funcionários da Cavo aumentou de R$ 511,00 para R$ 613,80.

Em relação aos pagamentos, a soma do salário e benefícios do coletor de lixo comum de Curitiba é de R$ 2.003,26 do coletor de lixo reciclável, R$ 1.955,73; do varredor, R$ 1.707,82; do operador de roçadeira R$ 1.967,66 e do servente R$ 1.695,34.

Outras conquistas do Acordo Coletivo para os trabalhadores foram o direito a dois sábados de folga no mês para a limpeza especial e o pagamento de vales adicionais e café na entrada para os varredores por domingo trabalhado. Todos os funcionários da Cavo também ganharão japona especial para o inverno da cidade.

Comentários no Portal (0)



Comente pelo Facebook