Deslizamento interdita totalmente a Estrada da Graciosa

graciosa1.jpg

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) interditou na tarde desta quinta-feira (13) o trânsito na Estrada da Graciosa (PR-410). Em razão das fortes chuvas nos últimos dias, houve queda de barreira na altura do quilômetro 10,8. O deslizamento de terra bloqueou 100 metros das duas pistas, impedindo totalmente a passagem de veículos nos dois sentidos da rodovia.

As equipes do DER avaliam se há também risco de cair o talude (parede de sustentação da mata). O maquinário que será usado para os trabalhos de reparo da pista estão próximos do local e as obras de reparo devem começar ainda hoje.

Envie seu comentário

Comentários (0)

Pistas emborrachadas são instaladas em Foz do Iguaçu

piso-joabe-02.jpg

A pista de caminhada da Avenida Paraná, em Foz do Iguaçu, ganhou uma novidade. Estão sendo instalados mais de 300 metros de piso especial emborrachado. O material foi trazido da Alemanha e atribui mais qualidade a um dos principais pontos de prática esportiva da cidade. O piso é considerado um dos mais modernos do mundo.

A instalação faz parte de um projeto de revitalização do local e o piso não custou nada para a prefeitura, pois foi custeada por uma empresa que fica no Distrito Industrial da cidade. Porém, caso a novidade seja aprovada, a prefeitura instalará o emborrachado em toda a Avenida Paraná com custos pagos pelo município. Ainda não se sabe de quanto seria o gasto total.

Envie seu comentário

Comentários (0)

Buscas por Boeing 777 podem ser ampliadas para Oceano Índico

aviao2.jpg

As buscas pelo Boeing 777-200 da Malaysia Airlines, desaparecido desde o último sábado (8), poderão se expandir para o Oceano Índico, informou o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney. De acordo com ele, informações ainda não divulgadas motivaram a expanção da busca. Na quinta-feira (13), foram percorridos quase 35 mil quilômetros quadrados por embarcações, aviões e satélites de 12 países que cooperam com a missão de buscas da aeronave.

No mesmo dia, a Malásia negou informações divulgadas pela imprensa internacional de que o avião teria continuado a voar por quatro horas depois do último contato com o controle de tráfego aéreo. Também na quinta-feira, a satélites da China teriam encontrado um objeto flutuando no mar do Sul da China, mas nada foi encontrado pelas equipes de busca.

Sem vestígios

Após seis dias de buscas pelo avião da Malaysia Airlines, ainda não há pistas que indiquem o paradeiro da aeronave, desaparecida desde o último sábado (8). Doze países estão envolvidos nas buscas por algum vestígio do avião. Mais de 80 embarcações e aeronaves já saíram da Malásia, da China, do Vietnã e dos Estados Unidos em missões.

O voo MH370, com 12 tripulantes e 226 passageiros, fazia o trajeto da capital da Malásia, Kuala Lumpur, à capital chinesa, Pequim, perdeu contato com o controle de tráfego uma hora depois da decolagem, próximo ao espaço aéreo do Vietnã. Do total de passageiros, 156 são chineses, o que fez com que o país designasse uma missão de busca com oito embarcações, que procuram vestígios próximo ao último local em que houve contato com o controle aéreo, e com dez satélites dando suporte técnico.

Envie seu comentário

Comentários (0)